terça-feira, 20 de outubro de 2015

Não vai acabar tão cedo...

Fiquei quase louca presa em casa, mas consegui sobreviver até o dia D. Chegou o dia da ecografia. Para a minha surpresa, no ultrassom apareceu um embrião com batimentos cardíacos muito bons. Entretanto, igualmente surpreendente, o hematoma que havia sido visto na emergência, aumentou muito. Agora toma 84% da area do saco gestacional. O rapaz do ultrassom disse que nunca viu um hematoma dessas proporções diminuir e que o embrião estava muito pequeno... Pensei que com isso, agora pudesse se ter algum rumo quanto ao aborto. Que seria só questão de tempo e tal. Bem, foi isso que o rapaz do ultrassom disse. Para voltar a médica e ver o que seria feito.  Lá nessa clinica o laudo só costuma sair com 2 dias úteis, mas devido a gravidade da situação, falaram para que esperássemos lá para pegarmos o laudo logo.

A médica só atende as terças e quintas... Então, ontem mandei um zap para ela com a foto do laudo da ecografia e perguntando se era para continuar o utragestan, porque tinha acabado a caixa e eu tinha que comprar outra se fosse para continuar tomando, e ela mandou comprar outra caixa e continuar tomando.

Fiquei meio desnorteada com essa resposta da médica. Porque continuar o utragestan? Será que ela tinha lido o laudo errado?

Hoje chegamos ao consultório cedinho, nossas consultas ultimamente tem sido assim, no sistema de encaixe. Sempre com exames urgentes para mostrar a médica na tentativa de conseguir alguma definição da situação.

Ela disse que estava feliz porque apareceu um embrião. Ok, eu também estava feliz por ter visto meu embriãozinho... Mas, ao mesmo tempo me jogaram um balde de água fria, afinal o meu guerreirinho estava lá se segurando só com 16% do saco gestacional... Porque o resto está todo envolvido com o coagulo do hematoma subcoriônico (vulgarmente chamado erradamente de "descolamento". Andei pesquisando bastante, não me julguem hihihi).

Ela pegou todos os exames que fizemos até então e começou a dizer que havia tido uma evolução... apesar de não ser a evolução perfeita. Que tínhamos que ter fé.

Comecei a falar sobre o que o rapaz do ultrassom falou, que ele disse que nunca viu um hematoma dessas proporções diminuir... Perguntei sobre o tamanho do saco gestacional que deveria estar com tamanho de 7 semanas  e 2 dias (já que o primeiro exame constava 5 semanas) e nesse ultimo o exame constava só 6 semanas e 3 dias...

Ela disse que talvez o tamanho esteja menor do que o esperado devido a pressão que o hematoma está exercendo no saco (cada vez mais me surpreendo com o tamanho da batalha do meu guerreirinho), afinal com 84% da area comprometida fica dificil mesmo ter algum espaço.

Sim, é uma situação muito complicada. Mas que ela achava que valia a pena continuar com a medicação (dobrando a dose), sair do repouso relativo para o repouso absoluto e daqui 15 dias fazer outro ultrassom. Perguntei sobre tentar ir em algum hematologista, quem sabe ele poderia fazer alguma coisa... Ela disse que não ia adiantar nada. =/ Se eu soubesse com certeza o que está causando esse hematoma talvez adiantasse... Mas eu não sei qual a causa, pode ser tantas coisas.

Ela categorizou como "prognóstico reservado". E voltou a frisar que a medicina é algo muito impreciso... Que ela já viu casos em que o hematoma era enorme e regrediu... Que tínhamos que ter fé e acreditar porque milagres acontecem. Que tudo o que podíamos fazer agora era tomar a medicação, fazer o repouso absoluto (só sair da cama para ir ao banheiro), aconselhou a mudar a alimentação para dieta pastosa O.O (para evitar que fizesse qualquer tipo de força...) e aguardar os quinze dias.

Sim, de verdade, eu acredito em milagres. Mas quando a médica que está cuidado da sua situação começa a falar assim não é nada animador... Nesse momento eu queria algo mais para o lado da ciência, números, percentagens de chance... Ouvir que a medicina é imprecisa, que precisamos ter fé e acreditar em milagres não anima muito não.

Eu queria que a situação se definisse. De verdade. O que mais chateia nisso tudo é ficar assim. Talvez agora eu esteja ainda pior que antes. Porque afinal agora os médicos estão falando em "milagres" e "ter fé". Justo agora que eu vi meu guerreirinho? Cadê a ciência?!

Se a gravidez continua? Então, ok, vamos parar de enrolação e classificar logo como "gravidez de alto risco". Começar o pre natal, fazer exames, dar as orientações do que pode ou não pode (estava com dor de cabeça e nem sabia o que podia tomar, tantas dúvidas)...Recomendar o repouso absoluto, as medicações, ver se não precisa de alguma vitamina complementar. Mas não... Simplesmente vamos ignorar as etapas básicas e esperar para ver o que que dá...

Eu acho que o único que não está me decepcionando no meio disso tudo é o meu guerreirinho. *.* Que lutou e está lutando bravamente.

Fico imensamente grata a essa médica por se disponibilizar a nos apoiar e por realmente acreditar que tudo irá dá certo. Mas estou procurando um obstetra especialista em gravidez de alto risco. Se devemos ter fé e acreditar em milagre... Acho que o mais certo seria buscar o máximo de orientações possíveis.


20 comentários:

  1. Acho que você está super certa, Mom. Vale buscar mais informações e mais opiniões.
    Mas com certeza é um ponto positivo a médica ainda ter fé que vai dar tudo certo, em meio a todo esse mar de acontecimentos.
    Eu não consigo imaginar a agonia da sua espera, mas por um lado a espera pode ainda se tornar um sim enquanto que uma decisão, como a da plantonista lá do começo de tudo, certamente seria um não.

    Você e seu filhote são muito, mas muito guerreiros e merecem muito ter a chance de estarem juntos! Tenho fé de que tudo ainda pode dar certo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mom...buscar respostas concretas deve ser a única coisa que sua mente consegue pensar agora para se acalmar/situar-se nessa ocasião. Se acha melhor, busque outras opiniões, mas estou confiante que Deus tem planos maiores que os nossos e pode fazer dessa história um verdadeiro testemunho de fé e perseverança!
    Estou acompanhando e torcendo...mantenha sua fé viva e firme, repousa bastante, toma seu remédio direitinho e conversa com seu guerreirinho pois amor a gente já vê que tem bastanteee!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bom, esses medicos de ultrassom costumam apavorar a gente, mas tb têm muita experiência no assunto. Então fica difícil fechar uma opinião a respeito deles. Quando eu estava com hematoma, e era bem pequeno, um médico muito vivido me disse que a única solução era repouso. Que para ele o Ultragestan nem resolvia tanto, que o ideal era o repouso mesmo. Enfim. Gostei da sugestao da sua médica quanto à comida pastosa. Ninguém merece ter uma prisão de ventre numa situação como essa. Vc tem agora que aceitar essa situação. Vc engravidou, seu bebezinho é mais guerreiro do que vc imaginava, está vencendo todas as incredulidades da medicina e o mínimo que vc pode fazer é acreditar nele. Curte seu filho, muito, enquanto ele está aí, bravo, lutando pela vida.No próximo ultrassom vc pode ter uma surpresa. Um beijo, boa sorte!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mom

    Eu realmente creio que não vai acabar. Você iniciou a jornada que nunca mais terá fim: ser mãe.
    Ele está aí, com o coração firme e forte.

    Deus está no controle e por mais que possa ser difícil pra você desista de ter o controle da situação. Viva um dia de cada vez, com esperança que tudo irá se resolver. Eu sei que não é fácil. Quando tive o sangramento e precisei esperar para repetir o ultrasson para confirmar se tinha ou não vingado, não passava nem 10 minutos sem pensar se o coração estava batendo ou não.

    Que Senhor te dê o refrigério para a alma que tanto precisa e que seu bebê fique aí firme, forte e saudável.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Querida, tudo é possível ao que crê... Espero sinceramente que a sua história tenha um final feliz e que no próximo ultrassom vc seja surpreendida com um grande milagre!!! Muita força!!! Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  6. Mom, continuo torcendo de coração por vc!
    Essa espera dá uma angústia terrível, mas tenha fé, vai dar tudo certo!!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Mom estou aqui na torcida e com o coração cheio de esperança!!! Bjão

    ResponderExcluir
  8. É uma ótima notícia sua obstetra acreditar na gravidez :-)
    Eu também acredito!
    Para honra e glória do Senhor, esse guerreirinho vai vir ao mundo.
    E vc está certa de procurar mais uma opinião. No seu lugar, faria a mesma coisa. Qto a um bom Hematologista, eu iria tbm por conta própria embora sua médica tenha dito que não precisa. Faria um exame detalhado do seu sangue e se estiver tudo bem e o problema não for nada relacionado com essa especialidade, ok. Pelo menos, vc já descartou uma hipótese.
    Se quiser, passo o e-mail da minha e, mesmo sendo de cidades diferentes, de repente ela pode te dar alguma orientação. Sei lá.
    Na fé e torcida de que tudo dará certo!
    Beijocas e fica bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcela, obrigada por existir. Sabe que me emociona muuuuuito saber que existem pessoas como você. Que são capazes de gestos tão bonitos para pessoas totalmente desconhecidas.
      Já já vou postar sobre a consulta com o GO de alto risco...e depois, talvez, concluamos que pelo menos por agora, hematologista não é o caso.

      Mas, de verdade, muuuuuuuito obrigada.

      Excluir
  9. Torcendo por vocês!

    Bjus

    ResponderExcluir
  10. torcendo demais, esse guerreirinho vai continuar a lutar! confie!

    ResponderExcluir
  11. Oi Mom, tenho lido todos os seus posts através do celular, mas não consigo comentar.

    Estou torcendo muito por vcs, e que na próxima US vc volte com noticias boas!!!

    Bjos!!
    Ly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehe eu sei que você está aí na correria não precisa se justificar kkkkkkk =**** Como vai o meninão?

      Excluir