domingo, 15 de fevereiro de 2015

Avisando ao marido – parte II

Devido aos acontecimentos atuais, achei que seria hora de ter uma DR com o marido. Eu tinha dito para ele que iríamos nos prevenir pelo menos até março (massss no fim das contas acabamos que QUASE NUNCA nos prevenimos, coisa de tentante ansiosa kkkkkkk A prevenção seria mais para aguardar a regularização do ciclo após o AC e pela questão de absorção do ácido fólico...). Mas, como sabem, passados três meses, não houve ciclo algum e como eu tinha esperanças que fosse coisa do anticoncepcional mesmo, foi essa informação que tinha repassado ao marido. Que estava aguardando o ciclo regularizar após o AC para intensificar as tentativas =P Que quando voltasse a gente ia namorar em dias alternados em determinada época do mês heheh

Masssss, como não voltou e nem deu sinais que iria voltar logo, corri atrás de um diagnostico médico. Foi constatado que essa ausência de ciclo seria devido a SOP. Então...

Chamei marido para uma DR, afinal é melhor deixa-lo a par de tudo antes que surjam exames para ele fazer e o coitado nem saiba o motivo. Contei da falta de ciclos e que era da SOP. Ele já sabia que eu tinha sop, porque desde sempre eu tomava AC por causa dela. Mas ele nunca levou a sério, afinal, dizendo ele, várias conhecidas dele tinham isso e engravidaram normalmente.

É, eu falei que é possível sim engravidar, afinal na sop pode-se ter ovulação natural, mas ela é irregular, por exemplo, em um ano que seriam mais ou menos umas dez ou onze ovulações (até as mulheres “sem sop” podem não ovular todos os meses...), a mulher com sop, ovula três ou quatros vezes ao ano...

Eu disse para ele que quando voltássemos da viagem de maio, iria atrás de uma opinião médica mais especializada para investigar melhor. E que provavelmente iriam pedir que ele também fizesse alguns exames, porque precisaram descartar a existência de outros problemas. Ele disse que faria os exames sim problema nenhum, mas que eu estava sendo muito ansiosa ¬¬ Me precipitando e querendo saber mais que os médicos. (Ai que ódio, eu queria apoio, não critica. Não vejo mal nenhum em pesquisar ora essa) E ele disse que eu nem sabia a opinião dele sobre ter filhos (Como assim??). Fiquei meio sem entender... e disse: ok, então vamos conversar sobre isso. Você não quer ter filhos? Aí ele disse um monte de coisas, algumas sobre o medo que ter um filho com algum problema (temos um sobrinho com autismo...) e outras não exatamente relacionada a filhos, mais relacionada à perspectiva de vida. E no fim disse que tinha “zero instinto paternal nesse momento”, mas que como eu queria muito e que mulher tem esse negocio de idade. Ele iria dar “meus filhos”. ¬¬ Oi? Eu disse: Seriam “nossos filhos”, ok? Aí ele, meio desconcertado, ta “nossos filhos”. Aí eu para resumir depois de escutar tudo, disse: bem então pelo que entendi, você não sabe bem o que quer da vida, mas vai na crista da onda? Aí ele: é, mais ou menos isso, pode ser que depois eu crie algum instinto paternal quando nascer, mas por enquanto deixo você decidir. Eu: Ok, então depois da viagem, começamos a correr atrás.

Poiseh. Por um momento ele me assustou, juro que pensei que ele iria dizer “não, não quero ter filhos”. Mas ele não seria louco ¬¬ Já conversamos, sim, diversas vezes sobre isso, inclusive, as vezes ele solta algumas como “quando a gente tiver meninos a gente volta aqui ou faz tal coisa”... Acho apenas, que ele se sentiu meio pressionado e achou mais fácil jogar para mim “a decisão”. Mas não vou me abalar, eu já sabia que o caminho poderia ser mais longo. Sem novidades então, agora é seguir em frente. Esperar o ciclo regularizar, não sei se vale alguma coisa induzir a menstruação =/ Talvez não, vou ver quando, enfim, for para consulta de retorno da GO (parece até piada...), aí sim, vou ver se é melhor induzir a menstruação ou simplesmente esperar ela voltar com o Glifage e a perca de peso. Nesse meio tempo também vou fazer um novo teste de gravidez (apesar do provavel negativo, seria muito irresponsável, não fazer. Afinal, estou sem menstruação e não estou me prevenindo... Se por acaso eu resolver induzir a menstruação,  pode causar aborto, caso esteja gestante).

Bom carnaval a todas!! ;)

8 comentários:

  1. Olá! Sempre sonhei em ser mãe, e agora o desejo está mais intenso... mas só posso começar as tentativas no próximo ano e de preferência no meio do ano... estou sem emprego no momento dai fica difícil só com o do marido... mas como queria poder adiantar a cegonha hihi
    Boa sorte com os tratamentos vai da tudo certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cris. =D
      Quem sabe o destino não traz algumas surpresas boas para você este ano ;)

      Excluir
  2. Ai MOm é complicado, parece que tudo fica na nossa responsabilidade rs! Esses homens. Mas não se preocupe, tenho certeza que quando acontecer, finalmente, ele será um daqueles pais "babões" rs! Tenho certeza. Vai da tudo certo, e é bom mesmo vc fazer um teste de gravidez, para ter certeza, ja que o tratamento para induzir a menstruação é quase certa nao eh. Beijos e torcendo por vc, tenho certeza que conseguirá passar por tudo isso e logo logo vocês conseguirão o milagre tao desejado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se é tão certa não... Porque li que induzir a menstruação pode bagunçar as coisas... =P Já ta tudo tão bagunçado que não sei se vale a pena bagunçar mais kkkkk Entendeu?
      Pode ser que seja melhor simplesmente aguardar o tratamento fazer efeito. Mas vamos ver o que a GO vai dizer.

      Excluir
  3. Querida.... E se eu contar que o meu marido tinha instinto paternal aqui nulo. Sempre que eu tocava no assunto em ter filho, ele me respondia, só ano que vem. O ano mudava e a resposta era mesmo. Quando eu decidi que queria engravidar em outubro, ele me convenceu a adiar para o final do ano. Mas Deus é maior, e em outubro tive meu positivo sem mesmo parar com o ac. E eu estava tão nervosa em contar pro marido, em como seria a reação dele e tal, que nem surpresa para ele eu fiz. Hoje estou aqui praticamente de 5 meses e o meu marido se tornou o pai mega babão. Conversa com ela, canta, deita na minha barriga para sentir ela, fica chamando filhinha do papai. Homem são meio lento para isso mesmo, mas se tornam mais babão que nos. Quanto ao sop coloque nas mãos de Deus, que no momento certo ele te dará a sua benção.
    Bjks
    http://trajetoriadeumamae.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Pois é, umas das motivações de interromper as tentativas foi a falta de motivação do maridão também. Eu já não tinha 100% de certeza e ele com aquela de: "Já que você quer"...
    Mas se é teu sonho não desista, também acho que o instinto vem com o tempo.

    Bjus

    http://esperando-esperar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou desistir, mesmo. Tenho certeza que eu quero sim. Acho que só temos uma vida e é preciso ser muito forte para viver plenamente e conseguir ser feliz. Se fomos desistir de tudo por causa dos outros (mesmo que o outro no caso, seja o marido que tanto amamos), não saímos do canto.

      mom

      Excluir